segunda-feira, 28 de julho de 2014

PRONTO PARA OUVIR E TARDIO PARA FALAR


LIÇÃO DESTA SEMANA

 PRONTO PARA OUVIR E TARDIO PARA FALAR (Tg 1.19,20)

Pronto para ouvirPara alguns crentes, a pessoa sábia é a que sempre tem algo a falar. Ouvir é um empreendimento trabalhoso e, por isso, ignorado por muitos. Diferentemente, as Escrituras admoestam-nos a ser prontos para ouvir. No versículo 19, Tiago introduz o seu ensino sobre o "ouvir" e o "falar" destacando a expressão sabei isto. Com essa expressão, ele demonstra a sua preocupação pastoral com os seus leitores. Outro termo no versículo 19 chama-nos a atenção: pronto. No grego, a palavra significa "rápido", "ligeiro" e "veloz". Ali, o escritor sacro incentiva-nos a estar disponíveis a ouvir. É uma atitude que depende de uma disposição e também da decisão em ouvir o outro. A exemplo do profeta Samuel, que desde a sua infância foi ensinado a ouvir a voz divina (1 Sm 3.10; 16.6-13), o povo de Deus deve persistir em escutar os desígnios do Pai, pois nesses últimos dias têm Ele falado através do seu Filho, o Verbo Vivo de Deus (Hb 1.1; cf. Jo 1.1). [Comentário: A expressão “seja pronto para ouvir” é uma bela maneira de traduzir a ideia de uma audição ativa. Não devemos simplesmente deixar de falar; devemos estar prontos e dispostos para ouvir. Este ouvir com “prontidão” obviamente é feito com discernimento. Devemos examinar o que ouvimos com a Palavra de Deus. Se não ouvirmos, tanto atentamente quanto prontamente, podemos ser levados a todos os tipos de falsos ensinos e enganos. Em outras palavras, ao invés de exibirem um mau temperamento, forçando sua vontade sobre os outros, os crentes deveriam estar prontos a ouvir e ver os pontos de vista dos outros - Paulo traça esse conceito em Rm 12.16. Deve haver uma atitude de mútua condescendência, o que é apenas outra maneira de se falar sobre o amor mútuo em operação. O amor cristão consiste em cuidarmos dos outros conforme cuidamos de nós mesmos. Aquele que segue essa regra não explode em ira nem anseia por impor sua vontade aos outros. O Comentário Esperança Carta De Tiago traz o seguinte comentário: “Se já entre humanos é importante ouvir corretamente, é duplamente necessário ser “rápido no ouvir” onde e quando acontece a palavra de DEUS, “a palavra da verdade” (v. 18). Ao ouvirmos sua palavra, DEUS semeia a nova vida em nós. É assim que ele a nutre, cria espaço para ela e afasta o “inço” que tenta impedir e sufocar essa “plantação” de DEUS em nós (Lc 8.11; Mt 13.7,22; 1Co 3.9). Desse modo ele fomenta a nova vida em nós e faz com que amadureça. Cumpre aqui ser sobretudo “rápido para ouvir” (com que nos ocupamos primeiro pela manhã, a Bíblia ou o jornal?) Para filhos de DEUS a palavra dele constitui o elemento vital (Lc 2.49). Contudo, “rápido para ouvir” significa para cristãos também que deem ouvidos a seres humanos: independentemente de se tratar do serviço de amar ou de testemunhar. Temos de saber o que falta ao outro e quais são suas indagações, pelo que devemos ouvi-lo atentamente. Pedro afirma: “Estai sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós” (1Pe 3.15). E Paulo escreve: “Sabei como deveis responder a cada um” (Cl 4.6). Ou seja, pergunta-se e são dadas respostas. Não um “disco” que simplesmente é posto para tocar. Cada cristão vivo é convocado a ser conselheiro espiritual em seu entorno. A premissa básica de todo serviço de aconselhamento é primeiro prestar atenção ao outro”.Fritz Grunzweig. Comentário Esperança Carta De Tiago. Editora Evangélica Esperança. Russell Norman Champlin escreve em sua obra intitulada Antigo Testamento Interpretado versículo por versículo, o seguinte: “1Sm 3.10 Chamou como das outras vezes: Samuel, Samuel. Este foi o quarto e último chamado. As primeiras palavras deste versículo mostram-nos que o Senhor não somente chamou Samuel mediante aquela voz misteriosa, mas também fez sentir a Sua presença. Todavia, tem-se a impressão de que o mesmo havia acontecido nas três vezes anteriores, embora somente aqui isso nos seja dito. Nas ocasiões anteriores, Samuel ouviu mas não interpretou corretamente a voz. E também não tomou consciência da presença divina. Sua experiência, pois, estava crescendo em poder, conforme avançava. O Quarto Chamado. A voz chamara Samuel pelo nome. Nessa quarta vez, porém, Samuel foi capaz de receber a comunicação tencionada, visto que tinha obedecido às instruções dadas por Eli. Responder diretamente à “voz” permitiu- lhe receber a mensagem diretamente. O texto não indica que a glória shekinah de DEUS se tenha manifestado, mas talvez devamos entender que assim sucedeu. Ver no Dicionário o artigo chamado Shekinah. A glória de DEUS moveu-se do interior do SANTO dos Santos e pôs-se ao lado do leito de Samuel. Foi assim que o DEUS infinito condescendeu diante do homem finito. E essa é a própria natureza do drama divino-humano em que o ser humano está envolvido. A maior e mais eficaz de todas as condescendências divinas ocorreu quando o Logos se encarnou e se tornou um homem entre os homens (ver João 1.14). “Vede o quanto DEUS ama s. santidade nos jovens. O menino Samuel foi preferido por Ele, em lugar de Eli, o idoso sumo sacerdote e juiz"  “... quando finalmente Samuel respondeu à voz, esta se tornou uma visão" 

Tardio para falar. Quem ouve com atenção adquire a rara capacidade de opinar acerca de qualquer assunto. É justamente por isso que a Carta de Tiago exorta-nos a ser tardios para falar (v.19). Uma palavra dita sem pensar, fora de tempo, e sem conhecimento dos fatos, pode provocar verdadeiras tragédias. Quem nunca se arrependeu de ter falado antes de pensar? Diante de Faraó, o imperador do Egito Antigo, o patriarca José aproveitou sabiamente um momento ímpar em sua vida. Antes de responder às perguntas sobre os sonhos do monarca, José as ouviu e refletiu sobre elas. Em seguida, orientado pelo Senhor, respondeu sabiamente Faraó (Gn 41.16). Temos de aprender a refletir sobre o que vamos dizer e falar no tempo certo. Pese bem as palavras, e ore como o rei Davi: "Põe, ó SENHOR, uma guarda à minha boca; guarda a porta dos meus lábios" (Sl 141.3). [Comentário:Imaginemos uma moeda com suas duas faces - de um lado “Ser pronto para ouvir” e do outro “tardio para falar”. A lentidão em falar significa falar com humildade e paciência, não com palavras ásperas nem tagarelando sem parar. O falar constante impede que a pessoa seja capaz de ouvir. A sabedoria nem sempre é ter algo a dizer; ela envolve o ouvir cuidadosamente, o refletir piedosamente, e o falar mansamente. Quando falamos demais e ouvimos pouco, mostramos aos outros que pensamos que as nossas ideias são muito mais importantes do que as deles. Tiago nos adverte sabiamente para revertermos este processo. Precisamos colocar um cronômetro mental nas nossas conversas e observar o quanto falamos e o quanto ouvimos. Tiago não tem muito a dizer a respeito de pecados da carne, tão característicos dos gentios do primeiro século. Em vez disso ele nos adverte em relação aos pecados que os judeus estavam mais inclinados a praticar — orgulho, impaciência e outros pecados do temperamento e da língua. Dessa forma, o apóstolo cita três preceitos que provavelmente eram conhecidos aos seus leitores: Todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar (v. 19). Visto que ele está prestes a apresentar uma advertência severa, Tiago inicia suas palavras com uma expressão de profunda afeição e nela identifica-se com os seus ouvintes — meus amados irmãos. Parece mais certo considerar o ouvir e o falar em um sentido geral, em vez de restringir o significado (como alguns fazem) ao ouvir e falar a mensagem do evangelho. Tiago mais tarde trata especificamente do relacionamento do homem com a “palavra” salvadora. Zeno ressalta que um homem tem dois ouvidos mas somente uma boca; ele, portanto, deveria ouvir duas vezes mais do que falar. Há uma conexão íntima entre o ouvir e o falar; também entre o falar e a ira. Aquele que ouve mais atentamente entende melhor o seu próximo; entender leva a um falar ponderado e a uma resposta branda que “desvia o furor”. O falar impensado, por outro lado, com frequência produz a palavra pesada que “suscita a ira” (Pv 15.1). A. F. Harper. Comentário Bíblico Beacon. Tiago. Editora CPAD. Vol. 10. pag. 161. É necessário que, enquanto prestamos atenção no outro, já reflitamos sobre uma resposta que o ajude e o leve adiante, e isso exige que sejamos tardios em falar. O filósofo grego Xenócrates (406 a.C. — 314 a.C.) dizia: “Tenho-me arrependido muitas vezes por ter falado, mas nunca por ter guardado silêncio”, até parece que ele leu o Salmo 39.1,9!]

terça-feira, 22 de julho de 2014

Eu preciso mesmo comprar ????


COMO FUGIR DO CONSUMISMO

 Evite o desperdício e o supérfluo. Em João 6.12 Jesus ordenou que seus discípulos recolhessem os alimentos que sobrara para que nada se perdesse. Algumas vezes o orçamento acaba porque gastamos com insensatez, onde não se deve ou não se pode (Is 55.2; Lc 15.13,14).
 Economize, poupe e fuja das dívidas. Economize comprando no estabelecimento que é mais em conta. Racionalize os gastos com água, luz, telefone, etc. (Gn 41.35, 36; Pv 21.20). Abra uma conta-poupança e guarde um pouco de dinheiro, por menor que seja a quantia, Fuja das dívidas.


 Pobreza não é maldição (Dt 15.11; Mc 14.7), mas pode resultar de fatores diversos: guerra, catástrofes, vícios, alcoolismo, jogos de azar, má administração dos bens e dos recursos econômicos. Neste particular, a Palavra de Deus adverte que o beberrão e o comilão cairão em pobreza (Pv 23.20,21). Não compre fiado. Não peça emprestado. Liberte-se do consumo irresponsável. Jesus quer libertá-lo das garras do consumismo. “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres” (Jo 8.32,36).


domingo, 20 de julho de 2014

Lembra-te do Teu Criador


PARABÉNS MOCIDADE J.U.S.
GRANDE CONGRESSO, GRANDE MENSAGEM, LINDA PEÇA. E QUE VOCÊS REALMENTE NÃO SE ESQUEÇAM DO TEU DEUS. PORQUE OS DIAS PASSAM E COMO DIZ O PREGADOR; VAIDADE DE  VAIDADE, TUDO É VAIDADE!
USEM O VIGOR DA JUVENTUDE EM PROL DA OBRA DE DEUS,FAÇAM A DIFERENÇA, NÃO SÓ NAS FESTIVIDADES MAS NO SEU DIA A DIA. OBEDEÇAM SUA LIDERANÇA.
HONRE TEUS PAIS, SEJAM LUZ POR ONDE ANDAREM.

ECLESIASTES 12.1
 Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos em que dirás: Não tenho prazer neles



sexta-feira, 18 de julho de 2014

UMA PEDRA NO CAMINHO


“UM CERTO GRAU DE OPOSIÇÃO É IMPORTANTE PARA UM HOMEM. AS PIPAS SOBEM CONTRA E NÃO COM O VENTO.”
O ÚNICO OBSTÁCULO PARA A ÁGUIA VOAR COM MAIS RAPIDEZ E DESENVOLTURA É O AR. ENTRETANTO, SE O AR FOSSE RETIRADO, E A ORGULHOSA AVE TIVESSE QUE VOAR NO VÁCUO, CAIRIA INSTANTANEAMENTE NO SOLO, IMPOSSIBILITADA DE VOAR. O MESMO ELEMENTO QUE OFERECE RESISTÊNCIA AO VOÔ É SIMULTANEAMENTE A CONDIÇÃO DE VOÔ.
O PRINCIPAL OBSTÁCULO QUE UM BARCO A MOTOR TEM QUE ENFRENTAR Á A ÁGUA CONTRA A HÉLICE. ENTRETAMTO, SE NÃO FOSSE ESSA RESISTÊNCIA, O BARCO NÃO SAIRIA DO LUGAR. A MESMA LEI QUE SUSTENTA QUE OS OBSTÁCULOS SEJAM CONDIÇÕES PARA O SUCESSO SE APLICA À VIDA HUMANA. A VIDA LIVRE DE TODOS OS OBSTÁCULOS E DIFICULDADES REDUZIRIAM A ZERO TODAS AS POSSIBILIDADES E FONTES DE ENERGIA. ELIMINE OS PROBLEMAS E A VIDA PERDE A OPORTUNIDADE DE SER MELHORADA.
CONTA-SE QUE HÁ MUITOS ANOS, UM REI COLOCOU UMA PEDRA BEM GRANDE NO MEIO DE UMA ESTRADA E ESCONDEU-SE PARA VER SE ALGUÉM TENTARIA REMOVE-LA. RICOS MERCADORES E CORTESÕES PASSARAM PELA ESTRADA E SIMPLISMENTE CONTORNARAM A PEDRA. MUITOS RECLAMARAM, CULPANDO O REI PELA MÁ CONSERVAÇÃO DA ESTRADA, MAS NENHUM FEZ QUALQUER TENTATIVA PARA TIRAR A PEDRA. ENTÃO VEIO UM CAMPONÊS COM UM BALAIO DE VERDURAS. CHEGANDO ONDE ESTAVA A PEDRA, O COMPONÊS PÔS O BALAIO NO CHÃO E TENTOU REMOVER A PEDRA PARA A MARGEM DA ESTRADA. DEPOIS DE MUITO ESFORÇO CONSEGUIU. QUANDO FOI PEGAR AS VERDURAS O CAMPÔNES VIU UMA BOLSINHA NO CHÃO, NO LUGAR DE ONDE TINHA REMOVIDO A PEDRA. A BOLSA CONTINHA MUITAS MOEDAS DE OURO E UMA MENSAGEM DO REI, DIZENDO QUE AS MOEDAS PERTENCIAM A QUEM TIVESSE REMOVIDO A PEDRA DO CAMINHO. O CAMPÔNES APRENDEU ENTÃO O QUE MUITOS JAMAIS ENTENDERAM: EM CADA OBSTÁCULO SURGE UMA OPORTUNIDADE PARA MELHORARMOS.
POR ISSO...

QUANDO TIVER ALGUM PROBLEMA, FAÇA ALGUMA COISA!
SE NÃO PUDER PASSAR POR CIMA, PASSE POR BAIXO, PASSE ATRAVÉS, DÊ A VOLTA, VÁ PELA DIREITA, VÁ PELA ESQUERDA.
SE NÃO PUDER OBTER O MATERIAL CERTO, VÁ PROCURÁ-LO.
SE NÃO PUDER ENCONTRÁ-LO, SUBSTITUA-O
SE NÃO PUDER SUBSTITUÍ-LO, IMPROVISE.
SE NÃO PUDER IMPROVISAR, INOVE.
MAS ACIMA DE TUDO, FAÇA ALGUMA COISA!!
HÁ DOIS GÊNEROS DE PESSOAS QUE NUNCA CHEGAM A LUGAR NENHUM:
AS QUE NÃO QUEREM FAZER NADA E AS QUE SÓ INVENTAM DESCULPAS.

Provérbios 4.5-7
Adquire a sabedoria, adquire o entendimento; não te esqueças nem te desvies das palavras da minha boca.
 Não a abandones, e ela te guardará; ama-a, e ela te preservará.

 A sabedoria é a coisa principal; adquire, pois, a sabedoria; sim, com tudo o que possuis adquire o entendimento.

segunda-feira, 14 de julho de 2014

O DEUS QUE COMANDA O FUTURO



O Deus da Bíblia tem o tempo em suas mãos. Ele conhece o passado
Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança. Jr. 29.11
Deus, o tempo e o futuro imediato (Deus é eterno)

Para os humanos, o tempo está subordinado à vida. À medida que o tempo passa, a nossa vida também. Tempo é vida, e quanto mais tempo temos de vida, menos vida temos no tempo da existência. Afinal os nossos dias estão contados. "Como a sombra que declina, assim os meus dias, e eu me vou secando como a relva" (Sl 102.11). O homem está limitado à circunstância, ao tempo e ao espaço, Deus abriu uma fenda na eternidade, e chamou-a de tempo, e pôs nela o homem . Porém Deus está acima do tempo, ele é o criador do tempo. Todas as coisas estão patentes aos seus olhos, ele conhece e vê ao mesmo momento o passado, o presente e o futuro. Ele sabe o final da história, ele sabe o princípio de todas as coisas, afinal ele é o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim.
O tempo e a eternidade
Sabemos que o tempo teve um início, porém não sabemos se haverá um fim no tempo. Perguntas como: Quem fez Deus? Como ele existiu? Como Deus não teve começo? Ele foi criado? A mente humana não consegue raciocinar exatamente esta verdade da eternidade passada de Deus. O salmista tentou imaginar, mas concluiu: "Tal ciência é para mim maravilhosíssima; tão alta que não a posso atingir." (Sl 139.6). Deus é tão grande, que para se comunicar com o homem ele usa a linguagem humana, o entendimento humano, e no AT testamento, mostra-se através da teofania.

 O futuro
Quanto ao futuro, sabemos pela palavra, do futuro escatológico, profético, também chamado de futuro longínquo. O mundo terá um fim trágico pela Bíblia, por desprezar e rejeitar a Deus. Israel por não reconhecer o Messias, tem alguns momentos de dificuldades para ser superados. A igreja espera o arrebatamento. Mas o amanhã de cada um individualmente, não sabemos. Podemos nos preparar para o futuro, através de planos, propósitos ou sonhos. Mas não podemos descobrir o que virá exatamente, não sabemos sequer se estaremos aqui. Todavia Deus permite escrever a nossa história. Pela vontade permissiva, Deus permiti que escolhamos nossos próprios caminhos." Vês aqui, hoje te tenho proposto a vida e o bem, a morte e o mal: porquanto te ordeno, hoje, que ames o SENHOR, teu Deus, que andes nos seus caminhos e que guardes os seus mandamentos, e os seus estatutos, e os seus juízos, para que vivas e te multipliques, e o SENHOR, teu Deus, te abençoe na terra, a qual passas a possuir" (Dt 30.15).

Deus conhece o nosso futuro
Apesar de escolhermos voluntariamente nosso caminho, e escrevermos a nossa própria história, Deus tem um plano para a humanidade; Deus tinha um plano de vida para Adão, mas pelo livre arbítrio, Adão saiu dos planos de Deus. E quando saímos do plano que Deus traçou para nós, as consequências são verdadeiras. "Porém, se o teu coração se desviar, e não quiseres dar ouvidos, e fores seduzido para te inclinares a outros deuses, e os servires, então, eu te denuncio, hoje, que, certamente, perecerás; não prolongarás os dias na terra " (Dt 30.17-18). O certo é descobrirmos a vontade de Deus para cada um de nós. Deus tem um plano com cada um, vamos pedir que ele nos revele seu plano, seu propósito para conosco. "Porque eu bem sei os pensamentos que penso de vós, diz o SENHOR; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais" (jR 29.11).